19 de fevereiro de 2018

CITAÇÕES PREFERIDAS: NÃO SE APEGA, NÃO


Dar fim a etapas não é necessariamente um sinal de fracasso. Minha ideia é que é preciso comemorar o que foi positivo e seguir de cabeça erguida para a próxima.- Capítulo 1, pág 19
O desapego é saber se desprender de tudo aquilo que te retém, faz mal e sufoca.- Capítulo 2, pág 30
Você tem medo de se apaixonar, no nível de se perder completamente, e tem mais medo ainda de gostar disso.- Capítulo 3, pág 52
[...], eu quero desesperadamente encontrar alguém que mereça ver todo o lado bom que eu escondo só pra mim.- Capítulo 3, pág 53
Gostamos de evitar olhar para nós mesmos porque temos medo do que vamos encontrar. Inseguranças, problemas, marcas, traumas, saudades que cortam o peito, arrependimentos? Tem de tudo um pouco aqui.- Capítulo 4, pág 75
Tenho vontade de sentir emoções profundas, sejam quais forem, tristeza alegria, dor. Desde que consumam meu coração e me preencham por completo, eu me sinto bem.- Capítulo 4, pág 81
Que eu nunca desista daquilo em que acredito e daquilo com que sonho. Que as decepções não me impeçam de voar alto.- Capítulo 4, pág 84
No entanto, aprendi que algumas pessoas precisam ir para que outras melhores cheguem.- Capítulo 5, pág 96
Quero pessoas verdadeiras, intensas, que chorem comigo, sorriam comigo, me xinguem e, logo após, venham me dar um abraço.- Capítulo 5, pág 104
Nem me apaixonar, nem me decepcionar. Eu só queria uma certa calmaria antes que viesse uma nova tempestade. Porque você sabe, elas sempre vêm.- Capítulo 7, pág 145
Desistir não é fracassar. É admitir em voz alta que você insistiu por tempo demais.- Capítulo 8, pág 158
Eu sou apaixonada por pessoas. Por sentimentos. Por emoções. Sou apaixonada por tudo aquilo que faça o meu coração vibrar. E nisso se inclui o sofrimento. Sofrer é poesia. Inspira.- Capítulo 10, pág 181
Lembrar-se do passado com um sorriso no rosto é a prova de que o passado não te machuca. Não mais.- Capítulo 11, pág 196
O desapego não é indiferença, covardia ou desinteresse. O desapego é se libertar de tudo aquilo que faz mal e causa sofrimento.- Capítulo 12, pág 221
Pra sempre é tudo aquilo que você vive por um período, pode ser por apenas alguns segundos, mas que se eterniza na sua mente. Você pode ser “pra sempre” com alguém – mesmo que de modo passageiro.-  Capítulo 12, pág 227
Felicidade é se sentir bem sendo a pessoa que você é, a pessoa que não precisa fingir, a pessoa que mora dentro de você. É acordar com a certeza de que você tem tudo sob controle.-  Último Capítulo?, pág 248

Vocês já conheciam alguma dessas citações? Quais as citações preferidas de vocês? Contem tudo nos comentários, eu vou amar saber <3 Já tem resenha do livro aqui!

14 de fevereiro de 2018

no carnaval do meu coração 0.2


Teve sorriso, teve abraços, teve amor. Diferente de todos os carnavais passados, esse com certeza foi o mais especial, não teve briga, não teve cara feia, não teve tristeza, não teve coração partido, o trio elétrico do amor-próprio me fez sambar os dias todos, me fez dar gargalhadas e aproveitar cada segundo da minha própria companhia e dos meus amigos.

No carnaval do meu coração não teve bagunça, resolvi organizar peça por peça e me encontrei ainda mais repleta de alegria ao ver sentimentos sendo despachados. O glitter que antes decorava as feridas, coloriu meu rosto, o brilho dos olhos que tanto se sentia falta. Teve marchinha de saudade, teve lembrança, teve até chuva, mas juro que as lágrimas foram de felicidade. Decorei meu corpo com tudo de bom que tenho e segui cantando, dançando e amando cada fragmento desse feriado. O banho de piscina lavou as minhas energias, as negativas tiraram férias e as boas fizeram morada. Era tudo que eu precisava.

Nesse carnaval o som alto não foi para abafar o silêncio gritante da tristeza, mas um reflexo da agitação da minha alma por estar feliz, dancei até os pés não aguentarem mais, encontrei descanso. Teve folia, diversão e não teve toque, não teve beijo, não teve carícia e nem muito menos carência. Foi tudo nos conformes, como tinha que ser. Diferente de todos os carnavais passados, esse com certeza foi o melhor de todos, sem bebida e sem culpa, não teve ressaca, não teve arrependimentos. 

Entre as minhas emoções o único desfile foi dos desejos de continuar curtindo cada momento, cada oportunidade de fazer esse ano valer a pena. Como ouvi por aí, a vida começa agora, depois da farra e da bebedeira, damos início a mais um ano. Das ótimas memórias daqui, aguardamos fevereiro de novo chegar. Até lá!

Você também pode gostar de:
no carnaval do meu coração 2017
© BLOG OXITOCINA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo