2 de agosto de 2017

#BEDA2 | nesse meio tempo

Quase três messes se passaram e talvez você se pergunte o que aconteceu nesse tempo que passei longe daqui. Sente-se, se quiser pegue uma pipoca, uma xícara de café, um chá, o que lhe for agradável. Vamos conversar um pouco, tenho muito para te contar.

Quando resolvi me afastar, coloquei em mente que aproveitaria o máximo dos meus dias, viveria um dia por vez e aprenderia o quanto desse. Noventa dias e muita coisa mudou, tanto interiormente quanto em meu exterior. A família aumentou, agora somos cinco: eu, Leãozinho, Serena, Frederico (esqueci de tirar foto, sorry) e Mel.

Da calmaria da Serena, a Mel nos presenteia com sua energia em 220v, pula, anda rebolando, faz bagunça, late por tudo, adora se esfregar no chão e ainda por cima é um amorzinho com os gatos e tem uma enorme mania de farejar tudo. Frederico é meio louco, vive fugindo de mim (talvez eu faça uma voz estranha ao falar com ele? Talvez haha), é pretinho gótico suave, bem não se meta com a minha vida, não gosto de abraços, me solta. Adora correr pelo quintal, diferente do Leãozinho que mal se levanta do sofá. Temos opostos que se completam, que nos unem e nos fazem uma família maravilhosa.
Nesse meio tempo resolvi voltar a caminhar, encontrei muitas flores pelo caminho e fui agraciada com muitos pores do sol. O coração se tornou mais agradecido, a saúde física/emocional teve seus altos e baixos e me deu na telha que participar de maratonas de corrida seria o próximo alvo, a saúde desandou, os treinos ficaram para depois, paciência. Algumas metas mudaram, outras foram riscadas por não dependerem apenas de mim, amadureci, perdoei, cresci.

Das coisas boas que andaram acontecendo do lado de cá vou escrevendo aos poucos. O mais importante é que descobri minha missão no mundo, percebi que vale mais a pena andar com o coração aberto do que se trancar para evitar dores. Aprendi a perdoar, destralhar minha vida, emocional e material, que quanto menos melhor. Uma vida simples com mais tempo, porque dessa vida só levamos o que vivemos. 
#BlogEveryDayinAugust2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© BLOG OXITOCINA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo