22 de agosto de 2017

#BEDA22 | PARA ENFRENTAR A BAD

Aceitar que as coisas não vão bem é o primeiro passo para que voltem a ficar bem de novo. É normal a gente não querer falar sobre coisas ruins. É normal a gente evitar qualquer tipo de comentário, confronto ou qualquer outra situação que nos exponha a uma fragilidade ou a uma fase nem tão boa assim. Mas, sabe, é tão necessário. É tão fundamental. Aceite que as coisas não vão bem. (Para ler o texto completo clique na imagem acima)
A única coisa que eu sei é que irá doer muito, a vida bate forte e ela irá bater não duvide disso, em algum momento você irá dobrar os joelhos e cairá com uma dor descomunal, quando isso acontecer talvez você tenha uns bons amigos por perto, ou, pelo menos você terá a certeza de quem não é um amigo. (Para ler o texto completo clique na imagem acima)
Existem muitas coisas pra serem feitas que te distraem da dor. São maneiras de te evitar parar no tempo e se consumir. E todas as dicas fazem sentido, todas as dicas são relevantes. O problema é que fala-se muito sobre a importância de se recuperar, mas bem pouco sobre a importância de deixar ruir. Não dá para construir uma nova casa sem que a velha desmorone. Não dá para ser uma nova pessoa sem que tenha sido uma pessoa se arruinando. (Para ler o texto completo clique na imagem acima)
Não tenta atropelar a vida porque ela é do tipo que atropela como ninguém. Então, se o choro vem, descarregue; se a tristeza vem, viva – porque ela veio pra ser degustada como quase tudo na vida. Sinta, sofra, chore, amargue – e depois lave o rosto cansado e comece tudo de novo. Sofrer é humano – desumano é querer se esconder das tempestades da vida que chegam pra cada ser vivente em algum momento. E quando se diz que, na vida, é preciso se permitir, isso certamente engloba – também e principalmente – permita-se chorar(Para ler o texto completo clique na imagem acima)

Espero que todos consigam enfrentar a bad e voltar a sorrir e viver de verdade. 
Todos os textos foram retirados do blog Entenda os homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© BLOG OXITOCINA. Todos os direitos reservados.
Editado por: VICTÓRIA DANTAS.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo